Adriana Amaral

Doutora em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2005) com Doutorado-Sanduiche em Sociologia da Comunicação no Boston College, Estados Unidos com bolsa do CNPq (2004-2005). Atualmente é professora e pesquisadora do Programa de Ciências da Comunicação da UNISINOS – Universidade do Vale do Rio do Sinos e dos cursos de graduação em Comunicação Digital e Jornalismo. Também coordena a Especialização em Cultura Digital e Redes Sociais. É pesquisadora do CNPq Nível 2. É Sócia-fundadora e atual Diretora de Comunicação da ABCiber, Associação Brasileira dos Pesquisadores em Cibercultura (2011-2013). Membro da Aoir – Association of Internet Researchers e editora da Revista Fronteiras – Estudos Midiáticos. Coordenadora do GP Cibercultura da Intercom. Faz parte do Conselho Editorial da Coleção Cibercultura da Editora Sulina desde 2011, e do Conselho Editorial da coleção Lab404 da EDUFBA, além de ser parecerista de diversos periódicos nacionais e internacionais. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Cibercultura, atuando principalmente nos seguintes temas: comunicação, cibercultura,e sociabilidade na internet, perfis de consumo online, subculturas juvenis, ficção-científica e gêneros musicais.

Artigo: “De Westeros no #vemprarua à shippagem do beijo gay na TV brasileira”. Ativismo de fãs: conceitos, resistências e práticas na cultura digital brasileira“, para Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação; XXXVII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação.

Apresentação do trabalho “Dissenso, modismos e bairrismos na cena eletrônica de Porto Alegre: primeiras investigações a partir de um grupo focal”, no IV Congresso de Comunicação & Música.

Anúncios