Laura Erber

Laura Erber é poeta, romancista, artista visual e doutora em Letras pela PUC/Rio. Publicou Insones (7Letras, 2002), Körper und tage (Merz-Solitude, 2006) com tradução para o alemão de Timo Berger, Celia Misteriosa (Illusion d’optique & Villa Medici, 2007) em parceria com Federico Nicolao e Koo Jeong-A, Os corpos e os dias (Editora de Cultura, 2008), Vazados & Molambos (Editora da casa, 2008), bénédicte vê o mar (Editora da casa, 2011) e  Esquilos de Pavlov (Alfaguara, 2013). Suas obras foram exibidas em diversos museus e centros de arte no Brasil e na Europa.

Na fronteira entre as imagens e as palavras, seu trabalho é caracterizado por um constante fluxo translacional entre diferentes linguagens e por uma maneira singular pela qual articula o verbal e o material, o corpo e imagem. Suas obras foram exibidas em diversos museus e centros de arte no Brasil e na Europa (Fondació Miró, Le Plateau, Jeu de Paume, Grand Palais, Casa Européia da Fotografia, CIAP Vassivière, Museu de Arte Contemporânea de Moscou, Skyve Ny Kunstmuseum, Palais de Beaux Arts de Paris, Centro Cultural Banco do Brasil, MAM-Rio).

Artigo: “Esse brinquedo barato: o disruptivo jazz de Henri Matisse“, publicada na revista O Percevejo Online

Entrevista concedida ao programa “Cidade de Leitores”, sobre o livro “Os esquilos de Pavlov”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s